terça-feira, 18 de maio de 2010

Alte e Ria Formosa







Açores, Alentejo, Algarve, que bom que tenho este previlégio de poder viajar em trabalho e trabalho sobre plantas neste ano de tantas e tantas flores, especialmente aqui no continente os campos cobrem-se de mantos floridos a perder de vista.
Este fim-de-semana rumei ao Algarve mas saí da auto-estrada em Almodóvar e atravessei a a lindíssima serra do Caldeirão até Alte onde dei o primeiro workshop com passeio até à cascata do vigário, encontramos muitas plantas medicinais no percurso, thymus mastichina todo florido, lanvandula stoechas, plantago officinalis, borragem que dá coragem, arruda,São Roberto, hipericão (Hypericum perforatum)etc.
o grupo era muito simpático como sempre.
No domingo dormi em Tavira ou melhor em plena Ria Formosa, onde pude observar mais uma vez as incríveis adaptações do reino vegetal, com camomila a crescer em pleno sapal, erva prata por todos os lados e aves a cantarolar noite e dia, o hotel vila galé Albacora ou Arraial Ferreira Neto ex aldeia pescatória, de rosto voltado para o turismo de Natureza teve a amabilidade de me convidar através da Almargem (associação ecológica do Algarve)a dinamizar um workshop de plantas medicinais, correu muito bem e concerteza que voltaremos a trabalhar juntos, maybe in English next time.
Ao por-do-sol saí para captar imagens com a minha lente, aqui ficam algumas das salinas que mais parecem vistas aéreas do planeta Terra ou outro.

4 comentários:

  1. hi.. just dropping by here... have a nice day! http://kantahanan.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. E até sei que comeu dois pasteis de nata quentinhos em Alte na Água Mel, certo??

    ResponderEliminar
  3. certo,por sinal são bem bons, mas como soube e já agora quem sois?

    ResponderEliminar
  4. Fernanda, muito obrigado pela partilha nestes dois dias.
    ca por casa nao se tem falado de outra coisa! Com isto tudo ja a Sof diz que os fins-de-semana deveriam ser maiores que os dias de semana... Interessante!
    beijinho e ate a proxima!
    Victor, Sandra y Companhia

    ResponderEliminar