terça-feira, 7 de junho de 2016

10 Anos 10 Testemunhos: Fernanda Botelho | Portal do Jardim.com

10 Anos 10 Testemunhos: Fernanda Botelho | Portal do Jardim.com

PLANTAS MEDICINAIS NA FEIRA DO LIVRO


Aqui vos deixo as datas da minha próxima tourné:
Quinta-feira dia 9 estarei na feira do livro do PINHAL NOVO pelas 21,30 para apresentar uma mão cheia de plantas, palestra que promete ser muito aromática, Na sexta 10 e sábado 11 estarei em Santiago do Cacém com uma banca na feira da saúde, um passeio no sábado de manhã e uma palestra/apresentação de livro à tarde (ver programa)
No dia 13, encerramento da feira do livro de Lisboa
Apresentação dos meus livros, partilha de plantas e sementes e preços especiais em todas as edições. Apareçam.



estarei na praça amarela perto da Dinalivro na ala esquerda quando se sobe.



quarta-feira, 1 de junho de 2016

Próximos eventos com Plantas medicinais: Uma farmácia natural nos jardins da Gulbenkian

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153739178567149&set=a.49034367148.64393.590507148&type=3&theater

Hoje, dia 1 de junho às 15,30 visita guiada às plantas medicinais do jardim da Gulbenkian.
Dia 13, feira do livro de Lisboa Pelas 18h na praça amarela, iremos conversar sobre plantas medicinais e seus usos na apresentação dos meus livros "As plantas e a saúde" Na sua segunda edição que na verdade é a terceira, já que a primeira foi com outra editora. Irei também apresentar "Uma mão cheia de plantas que curam" e irá haver uma promoção especial das agendas dos anos anteriores.
Apareçam que vai valer a pena.





"Hortas aromáticas", "Salada de flores" e "Sementes à solta".Histórias que voam entre pássaros e árvores, entre os olhos cintilantes das crianças e as plantas que brotam das suas mãos.

Valeu a pena ter-me levantado às 5,30 da manhã para apanhar o comboio das 7,09 para o Porto.
Passei o dia sentada num puf, à sombra de carvalhos americanos a contar e a ouvir histórias entre passarinhos e meninos que me dizem que têm 100 pessegueiros no quintal e quando lhe ofereci uma folha de limonete para que ao chegar a casa fosse compará-la com os pessegueiros, ele olhou para mim e na sua pronuncia marcadamente doce, com sabor a Porto, respondeu: não posso, eu tenho 100 pessegueiros mas eles ainda não nasceram.
Sopramos dentes-de-leão que esvoaçaram transformados em dentes-de-tigre, ao encontro do canto das aves. Comemos pólen e pétalas de capuchinhas e confirmamos que a Natureza é o melhor lugar do mundo para ESTAR, OUVIR, CONTAR E BRINCAR.
Qundo voltei para casa quase não consegui entrar no comboio de tantos abraços e beijinhos que trazia comigo.
Obrigada a todas por um dia maravilhoso. Obrigada à creche e Pré_Escolar de Crestins na Maia.







quarta-feira, 11 de maio de 2016

quarta-feira, 27 de abril de 2016