terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Já é mais que tempo de actualizar este blog sobre plantas e coisas afins.
Hoje 23 de janeiro os vasos de alfazemas, pulmunária, frésias, avencas, erva-príncipe e outros imploraram-me que lhes desse água, já que o orvalho da noite não era suficiente para lhes saciar a fome e a sede. Regar em janeiro, onde é que já se viu?Acordo há mais de um mês com o sol a espreitar à janela do quarto e os pássaros a cantar achando que é primavera. O meu sabugueiro também acha que é primavera e já começou a florir.
Esta decisão inconsciente de escrever livros infantis sobre o ritmo das estações e as épocas de cada coisa na horta, no jardim e na natureza, será talvez por sentir que esses ritmos marcados, esses padrões bem definidos estão decididamente em vias de extinção, ou talvez seja mais correcto chamar METAMORFOSE.
O primeiro livro infantil "Salada de flores" nasceu com um delicado sabor a primavera, enquanto que o segundo " Sementes à solta" sabe e cheira a príncipios de outono com vindimas, marmelos, dióspiros e romãs todos delicadamente desenhados pela Sara Simões. O livro do verão vem a caminho com muito calor, acampamentos na quinta, herbários, secagem de equináceas, calêndulas e tomilhos, colheitas de framboesas, banhos no rio e plantas para afastar mosquitos.


velhadaldeia: Sementes à solta #2: Este é um pequeno filme para conhecer um pouco do novo livro que ilustrei. Nesta história de Fernanda Botelho há colheitas, troca de sementes...