sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Gengibre a florir no meu jardim

Nem só de cores de outono vive esta estação, o meu jardim perto de Sintra vive de brancos, vermelhos e roxos e muito, muito verde é claro.





É pena que o olfato não possa ser sentido on-line pois a flor do gengibre exala um perfume doce, suave e ao mesmo tempo quase estonteante de tanta subltileza. A prova do sua doçura foi uma delicada borboleta branca que, ignorando a chuva, por ali ficou horas a fio em extase, aconchegando as suas asas molhadas ao alvo veludo daquela flor como se fossem apenas um ser, e acho que o eram: a flor uma borboleta tentando ganhar asas e a borboleta uma flor elevando-se aos céus.

Propriedades do gengibre

Para os Chineses o rizoma seco e o fresco têm propriedades diferentes, sendo o fresco recomendado para tratar febres, dores musculares, dores de cabeça e constipações, enquanto que o seco é utilizado para aliviar «excesso de frio interno», como pés e mãos frias, pulso fraco e palidez. São no entanto os gingeroles que ao estimularem a salivação, a bílis e as secreções gástricas aliviam vários problemas digestivos, principalmente todo o tipo de enjoos, desde o enjoo de viagem (já os antigos marinheiros chineses o utilizavam para os enjoos de mar), enjoo matinal na
gravidez, enjoo pós –operatório e pós quimioterapia. As suas propriedades antissépticas devem-se ao zingiberene que ajuda a combater infeções gastro - intestinais, intoxicações alimentares gases, cólicas, diarreias, etc.
É um excelente estimulante da circulação, ajudando o sangue a afluir às extremidades do organismo tornando-o muito eficaz contra pés e mãos frias, dores reumáticas e dores nas articulações em geral (aí funcionam muito bem as compressas mornas e as massagens com óleo essencial de gengibre diluído em azeite ou óleo de amêndoas doces), também em dores musculares pois aquecem e relaxam os músculos, para aquecer mãos e pés mergulhá-los numa decocção bem quentinha de gengibre.
As compressas aplicadas sobre o peito são um bom remédio contra a tosse, ajudando a libertar a expetoração e atuando ao mesmo tempo como anti inflamatório. É também considerado um afrodisíaco.
È ainda antioxidante e ajuda a prevenir a agregação de plaquetas, combate a falta de apetite mas é também um remédio para o emagrecimento pois ajuda a fundir as gorduras, é ainda regulador do ciclo menstrual, combatendo também as dores.
Em gargarejo ou em tisana é muito útil para tratar dores de garganta, amigdalites, problemas de rouquidão e perda de voz, combate ainda gripes, rinites, constipações (infusão bem quente com limão e mel) provoca a sudação.

Culinária

O rizoma possuiu um sabor picante que serve para aromatizar todos os tipos de pratos, mas sobretudo os molhos, realçando o sabor dos pratos sem sal.
O gengibre cristalizado já se encontra à venda no nosso país e é uma forma muito agradável de o consumir, especialmente para quem não tolere o seu sabor picante.
Cortado em lascas, raspado ou em pó pode utilizar-se nas sopas, pastelarias e sobremesas várias.
Na preparação de licores, doces, pastas de frutos e compotas.