domingo, 13 de maio de 2018

Para que nasçam papoilas nas ondas











Assim numa espécie de compreensão e defesa de tudo o que está em constante mudança, aqui deixo a "mesma foto de ontem" só que tirada hoje em horas diferentes, marés diferentes e papoilas que já não estão. Ontem declaravam desconhecer o seu futuro.O seu futuro era desfolhar-se e deslizar pela falésia ou talvez elevar-se nos ares e tornar-se gaivota ou nuvem, amadurecer e lançar sementes ao mar, quem sabe algum dia nasçam papoilas nas ondas.