segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Camomila, sabugueiro e milefólio para aliviar a febre. Passeio pelo campo, Registo e denuncio práticas inimigas do ambiente e muito irresponsáveis

À procura de camomila, parti de bicicleta pela aldeia, os dias já mais longos, sabem bem, alongam as sombras projetadas nos muros e nos campos



Encontrei camomila ainda em pequenas quantidades, tímida e escassa na berma da estrada. Essa camomila utilizo-a na pilha do composto e não para uso pessoal direto. Para uso direto cultivo-a eu no meu jardim. A camomila é um excelentíssimo anti-inflamatório, anti-espasmódico, calmante do sistema nervoso e digestivo, anti-histamínico.
Recomendado em estados febris sobretudo em crianças. Outra excelente planta para tratar a febre é o milefólio e a flor de sabugueiro.


camomila. Qual delas???

Flor de sabugueiro Sambucus nigra
Mas tristemente encontrei também as bermas queimadas com herbicida, em pleno inverno, para quê senhor? Não consigo entender nem tolerar este forma de destratar o solo, envenenado-o sem pingo de consciência ecológica.
 
Herbicida aqui porquê?
Para além disso e igualmente grave encontrei uma boa dezena de bidons de 20 litros, vazios de ácido nítrico, um ácido corrosivo que é utilizado no fabrico de fertilizantes, tóxico e descartado na berma da estrada juntamente com sacas de outros adubos de síntese. Suponho que haverá alguma autoridade reguladora da forma que controla este tipo de comportamento bastante irresponsável e que me parece colocar em risco a saúde pública e a poluição dos solos onde eles cultivam em modo acelarado os legumes que se vendem por aí. Deus nos proteja de tanto veneno, caramba. Mas Deus não protege, vai enviando cancros em proporções epidémicas . Não me digam que esta epidemia nada tem a ver com os venenos que todos os dias ingerimos na nossa alimentação.